/ / Conceito e essência do direito

O conceito e essência da lei

É hora de considerar o conceito e a essência do direito.O que significa mais frequentemente? A moderna compreensão do direito baseia-se no fato de que é um sistema de normas formalmente definidas, universalmente vinculantes, nas quais o Estado se baseará nos interesses do povo. A natureza dessa vontade é universal, de classe. Conceitos modernos de direito afirmam que é algo formado em justiça, igualdade, unidade. No entanto, até agora muitos estão convencidos de que a lei não é a liberdade, mas um dos mecanismos de escravização das pessoas. Parece que não há muito e pouco.

O conceito e essência da lei

O direito é chamado para regular o públicoatitude, faça de modo que ninguém possa invadir a liberdade do homem. O mesmo vale para a propriedade das pessoas. A direita nos força a certos limites, que são criados para que sejam protegidos e fornecidos. Mas, de fato, a lei nos limita em muitos aspectos? Sim, os direitos de algum fim, onde os direitos dos outros começam. A borda não pode ser cruzada, mas é o melhor.

Considere, finalmente, o conceito e a essênciadireitos. É claro que a lei deve ter um caráter obrigatório de estado-volitivo. Sua classe e essência universal se manifesta precisamente nisso. Sim, considera-se que o direito expressa a vontade do povo. O que determina isso? Na maioria dos casos - condições econômicas da vida. Um pouco menos afeta as condições naturais, espirituais e assim por diante. Concorda que a justiça também é um conceito relativamente relativo. Em diferentes momentos, foi dado significados diferentes.

O Instituto do Poder Representativo apareceu há muito tempo. Graças a ele, a vontade do povo foi capaz de se traduzir em uma lei que é universalmente vinculante.

A vontade pública torna-se a vontade do estado. Este último possui os seguintes recursos:

- deve estimular todos os tipos de reivindicações e interesses da população;

- não deve depender dos interesses de indivíduos, associações, estratos, grupos e assim por diante;

- deve ser protegido por corpos especialmente criados.

Considerando o conceito e a essência do direito, vale a penadiga que seu personagem é normativo. Isto é devido a sua manifestação na vida real. É representado por uma combinação de diferentes normas legais. A expressão normativa é muito importante, uma vez que a vontade incorporada na lei não terá força legal.

O estado deve estar em um certoconexão com a lei. Ela se manifesta no fato de que o Estado tem a oportunidade de recorrer apenas àquelas medidas coercitivas que não contradizem a lei. Em princípio, isso se aplica apenas ao estado de direito, no qual as leis existentes são realmente levadas em conta.

A lei é geralmente vinculativa. Isso significa que as leis são criadas para todos e não devem existir indivíduos nos quais as normas aceitas e sancionadas não funcionem.

A certeza formal da lei é importante. Neste caso, caracteriza:

- estrutura específica de normas (consistem em uma hipótese, disposição e também sanções);

- comunicação com os deveres que devem ser cumpridos para ser o proprietário do direito;

- equipamento legal, que são regras emitidas.

O estado conclui normas de direito em certasformas que são formas de expressar sua vontade. A NRA (isto é, o ato legal normativo) é a forma básica do direito. NPA pode ser diferente. Naturalmente, o mais importante deles em nosso país (como em muitos outros) é a Constituição.

A lei tem uma natureza reguladora do poder. Sim, é um regulador bastante poderoso das relações sociais, que é necessário para que a ordem exista.

</ p>>
Leia mais: